EDITORIAL

21/03/2017 as 19:04

Hungria abre base militar para impedir entrada de imigrantes

Será apenas o segundo jogo oficial do zagueiro contratado em janeiro

fonte

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras<?php echo $paginatitulo ?>

Por Nathalia Garcia

Uma das mudanças confirmadas no Palmeiras para a partida contra o Mirassol é a entrada de Antônio Carlos, que fará a dupla de zaga com Edu Dracena nesta quarta-feira, às 20h30, no Allianz Parque. Será apenas o segundo jogo oficial do zagueiro contratado em janeiro, o primeiro no Campeonato Paulista, e ele se diz preparado para o desafio.

"O trabalho de todos os preparadores físicos com o pessoal que não vem tendo muito ritmo de jogo é muito bom. Eu estou preparado mais uma vez e vou fazer o meu melhor, para que, quando Dudu, Mina, Borja e Guerra voltarem, a gente também esteja na primeira colocação, como eles deixaram", afirma.

Aos 24 anos, Antônio Carlos exalta a troca de experiência com outros jogadores do elenco para sua evolução. "Foi uma honra ter jogado em Tucumán ao lado do Edu Dracena, que me ajudou bastante Vitor Hugo, Mina, que apesar de ser mais novo, é mais rodado, é jogador de seleção. Venho buscando aprender, pegando um pouquinho de cada um, vou conversando com todos", conta.

E ele destaca a qualidade do elenco e a concentração dos reservas como diferenciais do Palmeiras. "Todos que estão neste elenco teriam vaga em qualquer clube do Brasil, é um grupo excelente. Todo jogador que está no banco precisa estar concentrado e focado. Quando entrar, pode mudar o jogo. Nosso grupo deixa o ambiente leve para que, quando o cara que entrar, possa mostrar serviço e colocar dúvida na cabeça do Eduardo (Baptista)."

Antônio Carlos, que atuou na Ponte Preta ao lado do treinador, conta que Eduardo Baptista costuma conversar com os reservas e dar dicas do que cada um pode fazer para ter oportunidade no time titular do Palmeiras. E o zagueiro diz que o comandante continua "o mesmo cara trabalhador" e estudioso da época do time de Campinas.


Tópicos Recentes