POLÍCIA

17/02/2018 as 13:41

SSP/SE: Planejamento e trabalho integrado reduzem taxas de crimes durante o Carnaval

Fechamento de dados nesta sexta-feira (16) aponta para reduções de homicídios dolosos, roubos de ônibus, furtos, ameaças e lesões corporais

SSP/SE

SSP/SE<?php echo $paginatitulo ?>

Com o levantamento de todos os registros de boletins de ocorrências feitos nas Delegacias Plantonistas no período do Carnaval, a Secretaria da Segurança Pública registrou nesta sexta-feira (16), queda em vários tipos de crimes no estado. Durante os dias que compreenderam o período de festas, as ações integradas entre as instituições que compõem a segurança pública do estado contribuíram para uma redução de 11% nos índices de crimes violentos como homicídios dolosos. Além desse resultado, a quantidade de furtos e roubos, assim como de ameaças e lesões corporais também apresentaram percentuais significativos de diminuição.

Dentre os principais índices estão a queda nas ocorrências de furtos e roubos. No mesmo período de 2017, a quantidade de registros, respectivamente, foi de 266 e 300. Já neste ano, os números contabilizados caíram para 84 e 167, apontando uma queda de 68,4% e 44%, respectivamente. No que se refere aos roubos a ônibus, a diminuição foi de 30.3%.

Já a quantidade lesões corporais foi de 73 em 2017 e 27 em 2018, apresentando redução e 63%, nessa mesma ordem. No tocante a crimes violentos, enquanto no mesmo período do ano passado foram registrados 18 homicídios dolosos, esse número decresceu para 16, representando redução de 11%.

  



Ações integradas entre as polícias

De acordo com os delegados Jonathas Evangelista e Viviane Pessoa; coordenadores da Polícia Civil na capital e no interior; e o tenente-coronel Vivaldy Cabral, comandante do policiamento militar da capital, as reduções registradas durante o período de festas carnavalescas no estado são resultados do trabalho de planejamento prévio e integrado entre as Polícia Civil e Militar de Sergipe.

Dentre as ações elencadas estiveram o reforço e ampliação dos plantões nas delegacias plantonistas da capital e unidades regionais no interior, como também a maior distribuição de equipes e guarnições estão entre os pontos que contribuíram na redução das ações criminosas nas cidades sergipanas.


Tópicos Recentes